Bao | Novo curta Pixar

Por - julho 13, 2018

foto: reprodução
Bao é o mais novo curta-metragem da Pixar e pode ser visto antes de Os Incríveis 2 nos cinemas. Dirigido por Domee Shi (primeira mulher a dirigir um curta da Pixar), Bao nos apresenta em menos de 8 minutos uma mãe que cozinha bolinhos de massa asiáticos e acaba se surpreendendo quando um deles ganha vida. Ela então o adota como filho e em meio às dificuldades terá que  lidar com a “síndrome do ninho vazio”.
TRAILER OFICIAL DE BAO

A palavra Bao, explica Shi, pode ter dois significados em chinês: “Dita de uma maneira pode significar pão cozido no vapor, dita de outra forma significa algo precioso, um tesouro”. A animação reflete esse “duplo sentido”, inspirado pela experiência da diretora: “Muitas vezes minha mãe me tratava como um precioso pãozinho chinês, garantindo que estivesse segura, que não saísse tarde, todas essas coisas”, contou à EW.


foto: reprodução

O curta ainda teve uma ajudinha especial no processo de criação, Ningsha Zhong, a mãe da diretora foi consultora cultural da produção. Os animadores usaram suas habilidades como cozinheira de base para criarem a magia da culinária chinesa. “Nossos diretores técnicos e o time de efeitos visuais colocaram a câmera muito próximo das mãos dela e registraram os mínimos detalhes de como ela dobrava a massa, como cortava cada pedaço, como ela dobrava cada um com um pãozinho perfeito. Basicamente recriamos essas cenas das mãos delas e usamos como referência para a animação”, explicou Shi (via EW).  Nas ilustrações feitas por Shi para a Food and Wine é possível aprender a receita de Ningsha Zhong para o pãozinho chinês perfeito:


Passo 1: misture a farinha com o fermento em uma cumbuca.
Passo 2: Adicione água e amasse até que uma bola de massa sólida se forme. Se ficar muito pegajosa, adicione mais farinha. Se ficar muito seca, adicione mais água.
Passo 3: Deixe a massa crescer por cerca de duas horas.
Passo 4: Cozinhe metade do guisado de carne suína em uma frigideira e depois misture com a carne crua.
Passo 5: Misture a carne com os pedaços de repolho, cenoura, cebolinha, gengibre, óleo de gergelim, azeite de oliva, pimenta, caldo de galinha em pó, molho de ostras, vinho, ovos batidos e sal.
Passo 6: Quando a massa tiver crescido, polvilhe a bancada com farinha e enrole a massa como uma corda longa, usando a “técnica do moinho de vento”.
Passo 7: Corte pedaços da massa um pouco maiores do que 1 cm. Depois abra cada peça separadamente.
Passo 8: Coloque meia colher de sopa de recheio no centro de cada massa. Depois, feche e enrole a massa para fechá-la, torcendo a parte superior para finalizar. Certifique-se de pressionar bem.
Passo 9: Coloque uma panela de água para ferver. Coloque os baos em uma cesta fumegante forrada com folhas de repolho para evitar que grudem e coloque a cesta em cima da água fervente. Feche a tampa. Deixe cozinhar no vapor por 15 minutos, em seguida, desligue o fogo e deixe os baos descansarem por 5 minutos.
Passo 10: Coma ou adote como seu filho.


Bao é uma sincera história que emociona. A caminhada da mãe com o bolinho chinês representa a relação de muitos pais e filhos mundo afora. Mães que querem cuidar e proteger e filhos que querem seguir seus próprios caminhos. É sempre essencial encontrar o equilíbrio e muitas vezes a comida faz esse papel.

Você também pode gostar

1 comentários