Ouça sua própria voz

Por - agosto 04, 2020

Quando era mais jovem eu silenciava a minha própria voz. Por muito tempo eu fiz o que os outros faziam, eu ia onde os outros iam. Por muitas vezes eu reprimi minhas vontades ou escondi minha opinião porque eu preferia agradar os outros e não gerar conflitos. É como dizem, às vezes só queremos fazer parte de algo, pertencer há algum lugar. Mas com o tempo a gente amadurece e aprendemos a nos conhecer, valorizar nossas qualidades mais também nossos defeitos, pois são eles que nos fazem ser quem somos. E o que eu quero dizer com tudo isso é que com o tempo eu aprendi a ouvir minha própria voz, a valorizar minhas vontades, a respeitar os meus limites, mesmo que pra isso às vezes eu viva só.

Te aconselho a fazer o mesmo, siga sua própria vontade.


Você também pode gostar

0 comentários